n w   

baner
Iní­cio
large small default
Jornada de Lutas - TEMER, DEVOLVE A MINHA CASA E A MINHA VIDA!

Os movimentos e entidades urbanas populares, Central dos Movimentos Populares (CMP), Confederação Nacional das Associações de Moradores (CONAM), Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM), Movimento de Lutas dos Bairros e Favelas (MLB) e União Nacional por Moradia Popular (UNMP) realizam, neste dia 9 de junho, em todo o país, nossa jornada nacional de lutas contra o governo golpista e os desmandos na área da reforma urbana e habitação.

Veja as cidades brasileiras onde acontecem os atos e manifestações.
Os golpistas ameaçam os direitos das trabalhadoras e trabalhadores brasileiros em vários campos: com cortes na saúde e educação, na redução do Programa Bolsa Família, na retirada de direitos trabalhistas e da previdência social, ameaça de entrega do Pré-Sal para as grandes Petroleiras Americanas.O patrimônio dos brasileiros, novamente é ameaçado pela privatização, ameaçando especialmente a Caixa, o Petrobrás e o BNDS. A pauta conservadora parece não ter fim.
Estamos nas ruas para denunciar o ataque deste governo ilegítimo contra os programas sociais em especial ao Programa Minha Casa Minha Vida.
Continuar...
 
Nota da União Nacional por Moradia Popular PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Sábado, 14 Maio 2016 11:39
A União Nacional por Moradia Popular convoca todos os companheiros e companheiras das nossas bases para enfrentarmos mais um capítulo desse processo sujo e iníquo que culminou no afastamento ilegal da presidenta Dilma Rousseff.
A nossa democracia foi arrasada e é vítima inocente de um verdadeiro GOLPE. O governo interino, provisório, comandado pelo traidor Temer, em pouco menos de 24 horas já definiu estratégias e traçou diretrizes de governação que contemplam 1% dos brasileiros mais ricos e excluem os trabalhadores. Também já ficou mais do que evidente que este governo ilegítimo é insensível e indiferente às causas justas dos negros e das mulheres na busca de um maior protagonismo no cenário social e político. De fato, nunca fez tanto sentido o trecho daquela música de Chico Buarque de Holanda que diz “Dormia a nossa Pátria Mãe tão distraída, sem perceber que era subtraída em tenebrosas transações”. Sim, a nossa Pátria foi alvo de tenebrosas e escusas transações durante muito tempo e aquilo que para o povo era impensável há um ou há dois meses atrás acabou por se concretizar.
Não devemos nos iludir com as promessas vãs de que os programas sociais não serão extintos, porque o que está em causa é um novo e retrógrado modelo de país que, sob o argumento de “salvação da economia”, promete entregar a riqueza do povo aos empresários e banqueiros de dentro e de fora do Brasil. A luta apenas começou, e agora, mais do que nunca, precisaremos concentrar esforços, acumular energia, manter a vigilância, ser solidários, combativos, cultivar a esperança no justo e no socialmente bom e trabalhar arduamente pela nossa democracia e pelas bandeiras da justiça e da igualdade entre os cidadãos. Temos que assumir ativamente o papel de lutadores e lutadoras do povo, temos que ser invencíveis e manter a nossa base firme na resistência. Resistir! Esta é a palavra de ordem! E a resistência, sobretudo de ideias, tem que ser construída diariamente, nos nossos locais de trabalho, nas escolas, nas comunidades, entre amigos, nas plenárias, nas reuniões de grupo, e esta construção servirá de importante alicerce às nossas reivindicações na rua e nos demais espaços de participação popular democrática. Temos que ser incansáveis instigadores da democracia, da participação popular, do embate político com argumentos e em defesa do povo brasileiro.
Somos testemunhas vivas de conquistas importantes como: o MCMV, o prouni, as cotas pra nosso povo negro, a construção de universidades, a concessão de terras do Governo Federal para construção de moradia popular, a conquista de direitos trabalhistas para as empregadas domésticas. Temos também a perfeita consciência dos equívocos políticos feitos pelo governo nos últimos anos, das suas falhas, sobretudo quando tentou equilibrar na mesma balança o compromisso com o povo e as alianças corrosivas, destrutivas, que eram amigas por conveniência e se mostraram traidoras ao se alinharem com o GOLPE. Contudo, não podemos aceitar que todas as conquistas e que todos os avanços para o povo sejam jogados na lata do lixo. Nos manteremos unidos, aguerridos e vigilantes, prontos para o embate contra qualquer tentativa de retirada de direitos sociais. Iremos às ruas resistir e protestar como sempre fizemos. Não é hora de fraquejar, não é hora de lamentar os fatos e os equívocos ocorridos durante o governo democrático. É hora sim de mantermos nossas místicas, de erguermos nossos punhos, de celebrar as conquistas e encarar esse cenário tenebroso de cabeça erguida e punho forte, pois, para quem crê, sempre há uma esperança. E não podemos esquecer: RESISTIR deve ser a nossa palavra de ordem na certeza que sairemos sempre vitoriosos.
VIVA O POVO COMBATIVO, VIVA A UNIÃO NACIONAL POR MORADIA POPULAR

 
Novo site Autogestão e Moradia PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Sexta, 20 Março 2015 11:02
A UNMP  contacom mais uma ferramenta de apoio aos movimentos de moradia que lutam por autogestão na habitação. Desde novembro de 2014, está no ar o site AUTOGESTAO E MORADIA com experiências de projetos autogestionários, materiais de apoio para a discussão dos grupos, artigos e textos sobre o tema e também os normativos do programa Minha Casa Minha Vida Entidades.
Este site faz parte do projeto "Fortalecimento e Difusão da Autogestão Habitacional" e é uma parceria da Fundaçao Ford com a UMM-SP e a UNMP.
 
Viagra Product Information | 100 mg viagra | order discount viagra | viagra for sale | buy viagra online | viagra without prescription | Purchase viagra | try viagra for free | sex videos | viagra free pills |