n w   

baner
Iní­cio
large small default
Venha para a Jornada Nacional de Luta
v
 
A Água é um Direito Humano, não uma mercadoria! PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

MANIFESTO DE CRIAÇÃO DO COLETIVO DE LUTA PELA ÁGUA

São Paulo vive uma crise de abastecimento de água sem precedentes. É um momento difícil para todos. Há anos o Governo do Estado vem sendo alertado do risco de um colapso devido de infraestrutura insuficiente para atender a população das Regiões Metropolitanas de São Paulo (RMSP) e de Campinas.

Não houve investimento necessário para ampliação dos sistemas de abastecimento que acompanhasse o crescimento das cidades. Descaso com a preservação ambiental, falta de tratamento de esgotos, ocupação das várzeas e intensa impermeabilização do solo somados à insuficiência dos investimentos e à ausência de planejamento, contribuíram para o agravamento da crise.

O modelo de gestão privada agravou-se a partir do momento em que a Sabesp passou a negociar suas ações nas bolsas de valores de São Paulo e Nova York. A busca do lucro a qualquer preço em detrimento da priorização da prestação de um serviço público de qualidade fez com a empresa ignorasse as previsões climáticas que já apontavam para uma redução das chuvas, o crescimento da demanda e negligenciasse todas as advertências, sobretudo a obrigatoriedade estabelecida na outorga do Cantareira de redução da dependência desse Sistema e de redução de perdas por vazamentos.

Como se não bastasse, no momento decisivo em que era preciso medidas eficazes de combate à crise e informação clara de medidas individuais e coletivas, o Governo do Estado esvaziou os espaços de participação e deliberação, como os comitês de bacia hidrográficas , o Conselho Estadual de Recursos Hídricos o Conselho de Desenvolvimento da RMSP. Além disso, aparelhou a Agência Estadual de Regulação - Arsesp.

Para tirar o foco da crise, o Governo do Estado, ao mesmo tempo em que pedia para economizar, água dizia que não faltaria água, passando “sinal trocado” para a população.
Também demorou a iniciar uma campanha de redução de consumo porque os interesses comerciais de maximizar receita com a venda de água se sobrepõem à necessidade de conscientização da população. E quando o fez, responsabilizou o povo pelo problema, alegando consumo exagerado, ocupação desordenada de áreas de mananciais e furto de água. Transformou, assim, a vitima em culpada.

Continuar...
 
Novo site Autogestão e Moradia PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Escrito por Administrator   
Sexta, 20 Março 2015 11:02
A UNMP  contacom mais uma ferramenta de apoio aos movimentos de moradia que lutam por autogestão na habitação. Desde novembro de 2014, está no ar o site AUTOGESTAO E MORADIA com experiências de projetos autogestionários, materiais de apoio para a discussão dos grupos, artigos e textos sobre o tema e também os normativos do programa Minha Casa Minha Vida Entidades.
Este site faz parte do projeto "Fortalecimento e Difusão da Autogestão Habitacional" e é uma parceria da Fundaçao Ford com a UMM-SP e a UNMP.
 
Viagra Product Information | 100 mg viagra | order discount viagra | viagra for sale | buy viagra online | viagra without prescription | Purchase viagra | try viagra for free | sex videos | viagra free pills |